Pages Menu
RssFacebook

Categories Menu

Escaladas Rio de Janeiro

 

O Rio de Janeiro é o cenário desse roteiro que visa a prática da escalada em rocha na cidade que é um dos berços da escalada no Brasil, sendo pioneira em vários aspectos nas diversas modalidades que abrange a escalada em rocha.

Nesse roteiro temos 3 opções de escalada de acordo com o nível e conhecimento do participante. Essas opções são:

Pão de Açúcar

É a escalada no maior cartão postal do Brasil, com seus 396 metros,  oferece uma infinidade de caminhos à seu topo, a via Normal ou mais conhecida como Costão é o modo mais eficaz e rápido de se chegar lá. Conta com uma boa caminhada e lances relativamente fáceis de escalada, tornando a escalada extremamente agradável. Começamos a escalada no meio da tarde e chegamos ao topo para pegarmos o por do sol, Temos a vantagem de descer pelo bondinho, quem escala não paga a descida. Tudo isso com a confiança e segurança do guia Grade 6.

Agulhinha da Gávea

É uma montanha bem tropical, possuindo muita vegeteção na parede, ela se localiza entre o mar e a floresta da tijuca. Seu maciço conta com três montanhas, a Pedra da Gávea, Pedra Bonita e a Agulhinha, nas três existem vias de escalada que levam aos seus respectivos cumes. Nossa rota é batizada como Jorge de Castro (150 metros) e tem sua graduação máxima o 3º grau, uma rota fácil porém com diagonais e paisagens lindas.

Morro da Babilônia

Ffica em frente ao Morro da Urca conhecido ponto turístico do RJ pelo bondinho que liga o chão ao cume do Pão de Açúcar. As rotas de escalada no Morro da Babilônia são bem verticais, exigindo do participante uma prévia experiência em escalada em rocha. As vias mais fáceis estão graduadas em 3 sup e as maiores chegam há 200 metros. Uma escalada de um dia inteiro, com a brisa do mar e uma vista espetacular, uma breve caminhada nos leva até a base das vias.

A Grade 6 é pioneira nessa área e vem desenvolvendo atividades ligadas ao montanhismo desde 1994.


R$ 700,00 por pessoa

Grupo mínimo de 2 pessoas

*para grupos maiores consulte valores.

Classificação do Roteiro

Dificuldade técnica: Pouca á Moderada
Intensidade: Moderada
Altitude: Baixa

Entenda o índice classificatório

Resumo

Itinerário