Pages Menu
RssFacebook

Categories Menu

Perguntas Frequentes

01 – Como é o clima nas diferentes altitudes deste local?
Na época em que realizamos esta expedição (junho, julho, setembro), o clima é predominantemente frio e seco, nas diferentes altitudes deste roteiro.Quanto mais subimos na altitude, mais sensíveis a percepção do clima ficamos.Utilizamos o inverno Boliviano para esta expedição.

02 – Como será o transporte?
O transfer geralmente é feito de táxi e o transporte para a montanha é feito com um micro ônibus da expedição onde irá comportar os equipamentos de todos mais todo equipamento coletivo. O táxi na Bolívia é um meio de transporte muito barato e utilizado, além de nos divertirmos muito com o trafego frenético de La Paz.

03 – Esta expedição exige muito fisicamente? Há algum pré-requisito?
O pré-requisito é estar com um bom condicionamento físico, ou seja, manter uma prática freqüente de atividade física. Além disso, é necessário apresentar um atestado médico atestando saúde para a prática de atividades físicas.
Indicamos uma prática equilibrada de exercícios aeróbios e anaeróbios. Para um treinamento mais específico, consultar os professores de Educação Física da Grade6.
Não é um pré-requisito mas se o aluno já tiver praticado o montanhismo em altitude , facilita.Para iniciantes indicamos o curso de Escalada em Gelo primeiramente e depois a expedição do Huayna, unindo os dois roteiros em uma só viagem.

04 – Quanto dinheiro devo levar?Em quais formas?
É sempre bom portar o cartão de crédito internacional para qualquer eventualidade, além disso, indicamos uma quantia de U$ 500,00 em espécie para gastos pessoais, e também gastos não inclusos no roteiro. Em viagens de turismo de aventura é sempre bom levarmos uma quantia extra para qualquer eventualidade.

05 – Para quê adquirir o seguro de viagem (obrigatório)?
O seguro viagem é fortemente indicado pela Grade6 para quaisquer que seja a aventura ou expedição, este seguro é especifico para esportes de aventura invernal como o montanhismo. Este seguro nos servirá de respaldo para qualquer eventualidade nos dando o máximo suporte. Muitas vezes os seguros convencionais não cobrem este tipo de atividade.Contactar a Grade6 para efetuar o seu seguro internacional.

06 – As cidades e vilarejos que visitaremos são seguros? 
A cidade de La Paz e os Refúgios acerca do Huayna Potosi são seguros e vocês estarão sempre acompanhados. Como todo viajante, é muito importante que tenhamos cuidados básicos de não deixar dinheiro em locais sem tranca e fora de vista, portar sempre os documentos em locais seguros, e, além disso, em La Paz existem alguns “bate carteira”, que pegam o turista desprevenido levando alguma quantia em dinheiro, maquinas fotográfica, e outros pertences. Sempre estar atento é importante.

07- E quanto às doenças?
A Bolívia é um país onde existe muita pobreza, e a higiene é bem precária, devido as estas condições eles exigem a vacinação contra febre amarela. Em nossos serviços procuramos utilizar nosso conhecimento do local e levar nossos clientes sempre em lugares seguros. Nunca tivemos maiores problema quanto a doenças, o mais importante é o participante estar com saúde em dia para realização deste roteiro.

08- Como se dá a distribuição em barracas?
Utilizamos barracas de qualidade 4 ou 3 estações, e geralmente dividimos em duas pessoas, contando também com uma grande barraca refeitório, uma grande barraca cozinha e pequenos banheiros de montanha feitos de Pedra.Hoje em dia alguns banheiros na montanha já possuem vasos, outros tem latrina.

09-Há algum tipo de maximização nas chances de sucesso, no dia de ataque ao cume?
Para quem estiver aclimatado do curso de Gelo, fará a diferença se manter saudável, com bom humor e consciente da atividade. Para quem chega do Brasil aconselhamos chegar 2 dias antes para aclimatar já que La Paz é uma cidade bastante alta, desta forma poderemos fazer pequenas caminhadas e visitas a sítios arqueológicos para nos adaptar melhor ao ambiente de montanha com ar rarefeito e clima mais seco.
Concluindo maximizamos nossa chance de sucesso tendo primeiramente uma ótima adaptação a altitude e secundariamente estando em boas condições físicas e mentais.

10-De quantos e quais guias é composta a expedição?
Depende muito do número de clientes presentes, temos sempre 1 guia brasileiro e 1 guia boliviano.Trabalhamos com a proporção 3:1 , 3 clientes para cada guia.

11-Qual a melhor temporada para esta ascensão?
A melhor época são os meses de maio, junho e julho.

12-Quantos integrantes há na expedição?
Contactar Grade6 para esta informação internacional@grade6.com.br / Tel. (19) 3305-5040

13-Irei dividir algum quarto ou hospedagem com outro integrante?
Em todos os nossos roteiros incluímos quartos duplos, dependendo da quantidade de participantes. Com certeza você dividirá quarto com algum colega de viagem. Compartir quartos com colegas na cidade é muito importante para irmos acostumando, pois na montanha iremos dividir barracas também com nossos colegas de expedição.
O bom convívio e relacionamento nos ajudam bastante a ter resultados positivos na montanha.

14-Quanto mais ou menos vai pesar minha mochila nas diferentes partes da subida?
Você sempre irá portar uma mochila de ataque de no máx 10 kg. Esta mochila irá sempre conter roupas extras caso ainda não estejam todas no corpo (anorak, fleece, calça anorak, gorro, luva Pinguin, luvas fleece, balaclava, meia de lã), além disso, sempre levamos uma lanterna de cabeça com pilhas extras, aproximadamente 3 litros de água ou líquidos contendo sais minerais e um óculos de sol com proteção 100% e categoria de 2 a 4 para altitude).
No dia de subida para o 1º acampamento podemos carregar até 2 kgs a mais devido a levar algum equipamento extra para o dia de ataque ao cume.

15-Como funciona o sistema de aluguel de equipamentos?
Deixamos todos os equipamentos reservados desde o Brasil e pagamos diretamente no local para nosso parceiro que irá fornecê-los. Os equipamentos alugados não é serviço da Grade6 e sim serviços de parceiros que oferecemos para facilitar os aluguéis para nossos clientes. No primeiro atendimento nossos vendedores enviarão uma lista de equipamentos a serem comprados e alugados para que os participantes possam obter maior conhecimento sobre este assunto e também para que possamos reservar os equipamentos corretos.
Há também a possibilidade de alugarmos equipamentos desde o Brasil de nossos Guias e colaboradores que com certeza serão equipamentos de qualidade bastante superior.

16-Como é o tratamento de água no local? Se é ou não adequada para beber?
Em La Paz , indicamos que os clientes comprem sempre água lacrada de garrafa mantendo a boa hidratação desde o principio já que La Paz esta a 3800m de altitude.Na montanha nossa estrutura de expedição estará a todo instante fornecendo águas engarrafadas ou até mesmo água fervida para todos os participantes.Evitar água de torneira e de procedência desconhecida.

17-Como vão ser as refeições nas expedições?
Nossa estrutura de expedição irá fornecer toda alimentação, café da manhã, almoço, janta, lanche de trilha e lanches no camping. O alimento durante os dias é bem variado e procura atender a um cardápio internacional e variado. Temos alimentos como Pizza, Legumes, espetos de carne, Truta, enfim opções para todos os gostos. Os vegetarianos favor avisar com antecedência para que possamos organizar a alimentação específica.
Na cidade esta incluso o café da manhã no hotel, almoço e janta por conta dos participantes, porém são poucos dias na cidade.

18-Posso levar algum alimento de casa?
Não, Hoje em dia não é permitido o embarque em aeroportos portando produtos de gênero alimentício. Em La Paz paramos em um mercado antes da ida a montanha visando comprar alguns alimentos que nos apetecem para levarmos juntos como chocolates, cereais diferenciados, castanhas, salames e etc.

19-Qual a melhor rota aérea para o meu destino?
O aéreo não é serviço da Grade6, o que fazemos é contactar uma empresa parceira que possa auxiliar nossos clientes a comprarem os vôos, oferecendo melhores tarifas e melhor atendimento.
A rota aérea geralmente passa por Santa Cruz de La Sierra e depois tem como destino final La Paz, Hoje em dia a Cia. Aérea que mais efetua esta viagem é BOA (Boliviana de Aviación).

20-Quando preciso agendar meu voo, preciso usar seu agente de turismo?
Com pelo menos 2 meses de antecedência, para conseguir melhores preços e opções de rotas, e você não necessita usar nosso agente de turismo, podendo fazer por conta.O que fazemos é apenas ajudar nas cotações uma vez que o aéreo não é serviço da Grade6.

21-Que horas devo chegar e partir? E onde encontro os guias?
Deve-se chegar no destino La Paz no primeiro dia de roteiro e neste mesmo dia o guia já ira estar esperando-lhe no Hotel.Você deverá partir no ultimo dia o roteiro com destino ao Brasil.Os horários de chegada e de partida irão variar de acordo com as passagens aéreas compradas e a cia.aérea escolhida.
De preferência sempre chegar durante o dia para ter mais tempo de aclimatação, compra de equipamentos , aluguel de equipamentos e detalhes finais.

22-Têm opção de quarto único (simples) nesta expedição?
Sim, você apenas pagará a diferença de valor relativa ao quarto que escolher. É de suma importância que diga a nós antecipadamente sobre a utilização de quartos simples, para que possamos efetuar a reserva e garanti-la com antecedência.

23-Há comunicação enquanto estaremos na montanha?
Sim, os guias estão sempre portando rádios para comunicação entre eles e os clientes. Existem pontos que o celular pode funcionar próximo ao campo base, mas não é garantido. Os guias locais ainda possuem contato com a cidade mais próxima afim estar preparados para qualquer eventualidade.

24-Onde posso conseguir maiores informações sobre história, cultura e possíveis atividades na região de destino?
Hoje em dia na internet, você conseguirá achar bastante informação, porém sugiro que faça uma visita a Grade6 para que possamos nos conhecer e trocar alguns livros, mapas, histórias para maior conhecimento.

25-Quanto devo dar de gorjeta ao guia e aos staffs?
Gorjetas são bem particulares então deixamos a critério do cliente definir quanto ele pode oferecer aos nossos guias. Os locais principalmente esperam uma gorjeta, então pedimos que tentem se programar para dar aquilo que podem.

26-Como se dá a aclimatação?
Nosso próprio roteiro já prevê uma aclimatação gradativa, porém a capital da Bolívia, La Paz já se encontra em uma altitude elevada tendo seu aeroporto a 4100m e a cidade a 3800m. Por este motivo aconselhamos aqueles que ainda não tem experiência em altitude chegar a La Paz com 1 ou 2 dias de antecedência para que possa se adaptar mais lentamente ao ar rarefeito.
Na montanha temos um deslocamento lento e nos hidratando de forma correta , ensinada pelo guia,maximizamos a chance de estarmos melhor adaptados a altitude.

27-Que papéis burocráticos e fichas devo preencher?
Para Grade6, Ficha de inscrição, termos de ciência, termos de responsabilidade sobre equipamento alugado no Brasil.

28-O que acontece se eu tiver de largar a expedição mais cedo?
Você sempre será evacuado com segurança e acompanhado, porém os gastos desta desistência estarão a cargo do próprio cliente como: alteração de passagem aérea, pagamento de animais de carga para baixar equipamentos, noites extras no hotel, alimentação durante esta volta entre outros.

29-Quais são as inclinações mínimas e máximas que irei enfrentar?
No Huayna Potosi, teremos inclinações mínimas de 25 a 30 graus e máximas de 35 a 40 graus.

30-Qual é o dia mais intenso?
O último dia de ataque ao cume, onde acordamos de madrugada para sair ao ataque e teremos um dia longo e cheio de atividade, porém é também um dos dias mais emocionantes.

31-Como é o banheiro neste local e na montanha?
O banheiro é feito de pedras e trazemos os papéis em sacos plásticos.Em relação aos dejetos, ficam no local apropriado em baldes.

32-Qual a altitude de La Paz, Campo base do Huayna, acampamento 1 e cume que iremos tentar?
A altitude na cidade de La Paz é de 3800m, o aeroporto esta a 4100m, o campo base esta a 4700m,o avançado esta a 5300m  o cume do Huayna esta a 6088m.

33-Qual é cambio da moeda local para dólares?
Aproximadamente 7. U$ 1,00 = B$ 7,00.

34-O que acontece se não alcançarmos o objetivo de cada dia?
Estaremos sempre conversando sobre toda e qualquer dificuldade e adversidade em campo. Não há problema se não conseguirmos fazer qualquer parte do itinerario. Vocês sempre estarão amparados por guias altamente capacitados e experientes.
Porém todos os custos extras desta desistência serão cobrados diretamente do cliente e não estão inclusos no roteiro.

35- Qual a temperatura média e mínima do acampamento base?
Entre +5 e 0° na parte externa do abrigo.

36- Qual a temperatura média na madrugada de ataque ao cume?
No dia de ataque a temperatura média é de -10, -15ºc.

37- Qual é a chance de pegarmos um mau tempo?
Muito pequena, pois além de irmos em alta temporada com as melhores chances a Cordilheira Real na Bolívia é abrigada de muitas intempéries devido a série de montanhas mais altas na região, formando assim um lugar menos exposto e mais tranqüilo em relação a ventos e nevascas.

38- A Grade6 carrega oxímetro e oxigênio suplementar, em suas expedições?
Carregamos sim oximêtro e no caso da Bolívia não utilizamos oxigênio suplementar mesmo porque o deslocamento para a cidade mais próxima não é tão demorado, e a altitude maior que subimos nos possibilita controles maiores sobre o mal de altitude e precauções sempre serão tomadas por nossos profissionais capacitados.

39- Como é a alimentação em La Paz?
Em La Paz há restaurantes para todos os gostos desde massas, frutos do mar até comidas mais sofisticadas. Estes restaurantes estão localizados no próprio hotel, nos arredores e na zona sul de La Paz. Sempre que precisar, basta consultar os guias e a recepção do hotel.

40- Quais são as formas de pagamento?
As formas de pagamento variam de acordo com a data que o participante decidiu fechar o pacote, pois todas as parcelas devem estar quitadas até a data de inicio do roteiro. Ex: se o cliente começou a pagar em março e a viagem começará em julho ele terá cinco meses para quitar esta viagem.
O Pagamento poderá ser feito via boleto bancário ou cheques, o sinal ou primeiro pagamento poderá ser efetuado um depósito.

41 -Posso participar deste roteiro, caso tenha alguma doença crônica? 
As doenças crônicas como hipertensão, cardiopatias e diabetes por exemplo, requerem muita atenção mas geralmente não impedem a participação neste roteiro desde que controladas e que o portador não tenha restrições médicas.
É necessário um atestado médico que o autorize realizar este programa.
A Grade6 recomenda que o interessado consulte seu médico e confirme com ele a possibilidade da participação neste programa que se realizará em áreas remotas e geralmente em altitude elevada (acima de 2.500m) e solicite o atestado.
Estamos à disposição para dar ao seu médico todas as informações que ele necessite sobre este roteiro.

42 – Qual o papel socioambiental da Grade6?
A Grade6 em suas viagens tem como prioridade além da segurança e qualidade, uma preocupação com relação ao Meio Ambiente, onde temos como premissa deixar o local onde foi realizado o roteiro nas mesmas condições ou melhores daquela quando iniciamos. Contudo, recomendamos aos participantes portar no mínimo uma sacola/saco para lixo, assim todos os resíduos e/ou lixo que produzirmos será transportado até o próximo ponto ou cesto específico para esta remoção.

 US$ 1.950,00 por pessoa
(Grupo mínimo de 6 participantes)

Classificação do Roteiro

Dificuldade técnica: Pouca
Intensidade: Pesada
Altitude: Alta

Entenda o índice classificatório

Resumo

Itinerário

Equipamentos

Ficha de Inscrição

Perguntas Frequentes