Pages Menu
RssFacebook

Categories Menu

Perguntas Frequentes

01 – Como é o clima nas diferentes altitudes deste local?
O clima como no Aconcágua, é seco, frio e com probabilidade de ventos. Conforme subimos mais a tendência é a temperatura diminuir e o ar ficar mais rarefeito.

02 – Como será o transporte?
O transporte será feito pela nossa empresa parceira que deixará você no refúgio e retornará para busca-lo ao termino do período de aclimatação.

03 – Este roteiro exige muito fisicamente? Há algum pré-requisito?
Este roteiro exige o mínimo de preparação e o desgaste não será intenso, pois nosso objetivo é nos adaptar as médias altitudes visando uma melhor adaptação na expedição ao Aconcágua.

04 – Quanto dinheiro devo levar?e em quais formas?
O dinheiro para essa parte do programa será apenas caso o cliente queira comprar alguma bebida extra, como refrigerante e água mineral, bem como algum chocolate.

05 –Por que adquirir o seguro de viagem (obrigatório)?
Para qualquer eventualidade que possa acontecer. É importante ressaltar que este seguro deve ter cobertura sobre esportes de inverno cobrindo assim a atividade que faremos, o trekking em altitude. Esse seguro deixa mais tranquilo aos gastos com qualquer eventualidade de saúde na montanha.

06 – As cidades e vilarejos que visitaremos são seguros?
Sim, são seguros porém sempre devemos nos atentar com os nossos pertences pessoais.

07-O que acontece se não alcançarmos o objetivo de cada dia?
O objetivo de cada dia nesse roteiro é estar exposto a altitude e com isso temos tempo o bastante para fazer as caminhadas sugeridas no roteiro. Caso o objetivo não seja cumprido, pode-se haver alteração na logística sem alterar o programa.

08 – E quanto às doenças?
O que mais devemos nos atentar é quanto ao mal de altura.

09 – Como tirar visto e quanto custa?
Brasileiros não necessitam de visto para o Mercosul.

10-Há algum tipo de maximização nas chances de sucesso?
Recomendamos uma boa alimentação e hidratação para que assim haja uma boa aclimatação trazendo maior conforto e tranqüilidade a todos durante a atividade. Lembrando o objetivo desta viagem é a adaptação visando a próxima expedição.

11-De quantos e quais guias é composta a viagem?
Geralmente essa aclimatação é feita a parte para os clientes que desejam se adaptar melhor a altitude e com isso disponibilizamos, por ser um trekking, um guia local capacitado.

12- Qual a melhor temporada para este trekking, quais dias em especial?
Esse roteiro é sempre feito no verão do hemisfério sul, dezembro, janeiro e fevereiro de cada ano.

13-Irei dividir algum quarto ou hospedagem com outro integrante?
Nossa base de alojamento nesse roteiro é abrigo de montanha onde você dividirá a habitação com mais pessoas.

14-Quanto mais ou menos vai pesar minha mochila nas diferentes partes do trekking?
Sua mochila pesará cerca de 8kg, nos que contenha a água e lanche do dia, bem como roupas para as possíveis mudanças climáticas que podem acontecer nessa região durante o dia.

15-Como funciona o sistema de aluguel de equipamentos?
O aluguel pode ser feito direto do Brasil, com a retirada em Mendoza, com uma empresa especializada, que auxiliará,

16-Como é o tratamento de água no local?
Nesse local pegamos a água de desgelo, e o que sempre indicamos é levar algum suco instantâneo para misturar para aumentar a absorção dela e dos sais minerais pelo nosso corpo. Aconselhamos também levar um cloro para purificar ainda mais a água.

17-Como vão ser as refeições nas expedições?

18-Posso levar algum alimento de casa?
Pode se comprar na própria cidade de Mendoza, minimizando a carga de sua bagagem aérea.

19-Quando preciso agendar meu vôo, preciso usar seu agente de turismo?
Com pelo menos 2 meses de antecedência, para conseguir melhores preços e opções de rotas, e você não necessita usar nosso agente de turismo, podendo fazer por conta.

20-Têm opção de quarto único (simples) nesta expedição?
Não. Sempre ficaremos em abrigos de montanha.

21-Há comunicação enquanto estaremos na montanha?
Não teremos comunicação durante esses 4 dias de aclimatação. Focando assim na nossa adaptação.

22-Onde posso conseguir maiores informações sobre história, cultura e possíveis atividades na região de destino?
Hoje em dia na internet, você conseguirá achar bastante informação, porém é sugerido uma visita à Grade6 para que possamos nos conhecer e trocar alguns livros, mapas, histórias para maiores esclarecimentos.

23-Quanto devo dar de gorjeta ao guia e aos staffs?
Geralmente não pagamos gorjetas na Argentina, ficando a cargo do cliente se o serviço lhe agradar.

24-Como se dá a aclimatação?
Faremos diariamente pequenas caminhadas para poder nos adaptar. Nunca chegando a exaustão.

26- Que papéis burocráticos e fichas devo preencher?
Ficha de inscrição, regras gerais, termo de responsabilidade.

27- O que acontece se eu tiver que largar a expedição mais cedo?
Um guia local voltará com você até Mendoza, caso você esteja muito mal de Saúde tentaremos fazer um resgate de helicóptero. Os gastos logísticos causados pela desistência serão cobrados separadamente.

29 – Qual é o dia mais intenso?
O ultimo dia onde subiremos o cerro San Bernardo.

30-Como é o banheiro?

32-Qual a altitude de Mendoza?
Aprox. 600m.

33-Há algum problema com as vestimentas?
Na cidade de Mendoza não.

34-Qual é cambio da moeda local para dólares?
US$ 1,00 = 4 Pesos.

36. Posso participar deste roteiro, caso tenha alguma doença crônica?
As doenças crônicas como hipertensão, cardiopatias e diabetes por exemplo, requerem muita atenção mas geralmente não impedem a participação neste roteiro desde que controladas e que o portador não tenha restrições médicas.
É necessário um atestado médico que o autorize realizar este programa.
A Grade6 recomenda que o interessado consulte seu médico e confirme com ele a possibilidade da participação neste programa que se realizará em áreas remotas e geralmente em altitude elevada (acima de 2.500m) e solicite o atestado.
Estamos à disposição para dar ao seu médico todas as informações que ele necessite sobre este roteiro.

37. Qual o papel socioambiental da Grade6?
A Grade6 em suas viagens tem como prioridade além da segurança e qualidade, uma preocupação com relação ao Meio Ambiente, onde temos como premissa deixar o local onde foi realizado o roteiro nas mesmas condições ou melhores daquela quando iniciamos. Contudo, recomendamos aos participantes portar no mínimo uma sacola/saco para lixo, assim todos os resíduos e/ou lixo que produzirmos será transportado até o próximo ponto ou cesto específico para esta remoção.

US$ 620,00 por pessoa
(Grupo mínimo de 6 participantes)

Classificação do Roteiro

Dificuldade técnica: Nenhuma
Intensidade: Moderada
Altitude: Média

Entenda o índice classificatório

Resumo

Itinerário

Ficha de Inscrição

Perguntas Frequentes